30 maio LoggiPresto é destaque no Estadão!

A semana começou com boas notícias para nós. O jornal “O Estado de São Paulo”, o famoso “Estadão” fez uma entrevista com nosso CEO e co-fundador, Fabien Mendez, principalmente sobre nosso novo produto – o LoggiPresto.

Nós estamos sempre pensando em como melhorar a vida de nossos clientes e parceiros com entregas de qualidade, e temos muito orgulho de contar isso para cada vez mais gente.

Confira o texto:

“Francês radicado no Brasil, Fabien Mendez foi buscar inspiração na economia compartilhada para lançar sua empresa de entregas chamada Loggi. O negócio é uma espécie de Uber que liga motoboys e motoristas de vans a quem precisa enviar uma encomenda. Lançado há dois anos e meio, a empresa espera multiplicar por sete o faturamento até o fim do ano, caso consiga emplacar seu novo serviço, voltado para restaurantes e comércios regionais. Leia trechos da entrevista com o empreendedor:

Há dezenas de serviços de entregas. Que inovação traz a sua startup?

Atualmente, somente 20% dos restaurantes fazem entregas porque é caro manter um entregador quando se é pequeno. Até hoje, nenhum serviço quis atender este setor, porque não se sabia como resolver o pagamento, já que o motoboy é compartilhado. A inovação do serviço é que, além da entrega, ele centraliza os pagamentos. Cedemos uma máquina de cartão para cada motoboy cadastrado, e os pagamentos são todos feitos por cartão. Nós repassamos o pagamento para o dono do restaurante, e o motoboy pode seguir para sua próxima entrega

Seu plano é chegar ao fim do ano com faturamento sete vezes maior. Como isso é possível?

Hoje, nosso faturamento é de R$ 3,5 milhões por mês. Nossa ideia é, ao atender o comércio regional, multiplicar as 25 mil entregas que realizamos por dia. Queremos, assim, faturar sete vezes mais.

O serviço parte de R$ 13,90 por entrega. Quanto fica com sua startup?

Repassamos 80% do valor para o entregador. Isso ocorre tanto neste serviço, quanto no principal negócio que é a entrega para sites de e-commerce que acontece para clientes como B2W e Netshoes.”

Bem legal, né? Se você quiser saber um pouco mais sobre nossas soluções de entregas, é só clicar aqui.

Comentários